14 de setembro de 2009

UFRJ e Grupo Arco-Íris lançam vídeos educativos contra homofobia

video

Por Outros Olhos

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Grupo Arco-Íris lançaram dois curtas educativos cujo tema central é a homofobia nas escolas. Tratam-se dos vídeos "Por Outros Olhos" e "Novamente".

Os vídeos foram produzidos por uma oficina com jovens Gays, Lésbicas e Bissexuais. "O Arco- Íris entrou com a mobilização dos jovens e a UFRJ com a equipe, equipamentos e com a metodologia", explica Alexandre Bortolini, coordenador do Projeto Diversidade Sexual na Escola, que organizou a oficina.

Alexandre ainda relata que foram "três meses de encontros, onde os jovens discutiram sobre as suas experiências de discriminação e violência na escola e aprenderam a contar essas histórias através do cinema".

Seguindo a linha de projetos como o Purpurina, onde jovens GLBTs são protagonistas na organização e ação das propostas, a produção dos vídeos teve o roteiro, a produção e a edição feita pelos próprios jovens que contaram com a supervisão de profissionais da universidade.

O curta "Por Outros Olhos", inverte toda a lógica em que vivemos atualmente. A história se passa em um mundo onde quase todo mundo é Gay ou Lésbica e os heterossexuais são discriminados e não são aceitos pela sociedade.

Um menino passa grande dificuldade e humilhação quando os amigos de classe começam a desconfiar que ele é hétero e sofre guardando seu segredo, sem coragem de sair do armário.

Ele chega a inventar que ficou com um rapaz no fim de semana para disfarçar sua heterossexualidade. Porém a pressão aumenta quando ele não consegue mais esconder que está apaixonado por uma menina da sua sala.

Ela também lhe revela que é heterossexual e o "casal" terá que enfrentar todos os preconceitos e discriminações que a Comunidade GLBT enfrenta diariamente.

O curta "Novamente" mostra com clareza o tratamento diferenciado que a escola e a sociedade dão para dois casais, um hétero e outro Gay. Enquanto o casal hétero tem total liberdade para se relacionar e expressar esse amor, sendo inclusive apoiado e incentivado por todos, o casal Gay é perseguido, discriminado, humilhado e todos pressionam para que se separem.

O objetivo dessas duas produções é mostrar aos jovens e adolescentes a crueldade da homofobia e a intenção é que todas as escolas e professores baixem os vídeos gratuitamente na internet e exibam nas salas de aula de todo o Brasil para iniciar um debate e conscientização com os alunos.

Os vídeos podem ser baixados através do projeto Papo Cabeça, na página da Diversidade Sexual na Escola, da UFRJ. Lá você também encontrará uma cartilha super explicativa e completa contra a homofobia para ser impressa e distribuída aos alunos de todas as escolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails